Como estudar para passar no Enem?

Em 2016, o Brasil registrou o recorde de 9,2 milhões de candidatos inscritos no ENEM. É muita gente concorrendo numa prova só.

Por isso mesmo, para se destacar e atingir seus objetivos, só o conteúdo da sala de aula não basta. É preciso estudar! O exame já deixou de ser “decoreba” há muito tempo, é preciso se preparar e saber como e o que estudar para o ENEM. Nesse artigo, você vai descobrir o caminho das pedras. Você verá:

  • Como fazer um cronograma de estudos para o ENEM
  • Como montar um guia de estudos
  • Como estudar para o ENEM em casa e sozinho
  • Dicas para o ENEM
  • Como se preparar para o ENEM

Pronto? Então coloca seu WhatsApp no silencioso, fecha a rede social e vamos lá!

COMO SE PREPARAR PARA O ENEM

como-estudar-para-o-enemTodo mundo quer saber como passar no ENEM, mas a verdade é que não existe uma receita pronta ou uma “mandinga” para isso: é preciso estudar e ponto final.

Nessa prova, depende tão somente de você. Se frequentar aulas fosse o bastante para preparar todo mundo, as notas do Exame Nacional seriam muito maiores e haveria mais aprovações, não é verdade?

Exatamente por isso é importante se dedicar mais que apenas dentro dos muros da escola.

E tudo isso não é mais nem menos que uma mera questão de organizar o seu tempo diário, principalmente se você não sabe como estudar para o ENEM sozinho – não é a especialidade de qualquer um, afinal.

Por isso mesmo, montar um Guia de Estudos e um Cronograma de Estudos é importantíssimo! Não sabe o que são? Então vai saber agora.

O QUE É UM CRONOGRAMA DE ESTUDOS?

O cronograma de estudos será a sua agenda: um planejamento para organizar suas horas e seus dias.

Qual a importância disso? Otimizar o seu tempo de estudo, dividir bem o tempo dedicado para cada área e poder organizar seu dia sem prejuízo do tempo de lazer e do tempo de “trabalho”.

Ele é especialmente importante para quem vai estudar sozinho em casa, pois mantém o foco e estipula metas realistas, para que seu tempo não vire bagunça.

E como se monta um negócio desses? Simples, veja os passos abaixo:

  1. Defina quanto tempo você pode dispor para estudar a cada dia (ex: 3h por dia, das 15h às 18h). A cada 1h de estudo, conte 10 minutos de intervalo. Lembre dos seus compromissos fixos (como escola, curso ou trabalho) e de reservar também um tempinho de lazer – porque ninguém é de ferro!
  2. Pense qual o melhor horário para você: que não atrapalhe outros compromissos e que seja num período em que você está com bastante energia e cérebro disposto.
  3. Calcule quantos dias você tem até a prova e quantas matérias você tem para estudar, separando as horas diárias entre as matérias. Você deve conseguir ver todas as matérias numa semana só, mas não mais de duas matérias por dia.
  4. Você pode usar um calendário ou uma agenda para anotar isso e pregar na sua parede ou escrivaninha para não perder o foco.

Montado o cronograma, é hora de fazer o seu Guia de estudos para o ENEM. Veja o que é, para quê serve e como fazer no próximo tópico!

COMO FAZER UM GUIA DE ESTUDOS PARA O ENEM

o-que-estudar-para-o-enemO guia de estudos e o cronograma andam juntos e se complementam, a diferença é que um organiza as matérias que você vai estudar e outro organiza o seu tempo.

No seu guia de estudos, você vai elencar as matérias que precisa estudar para o ENEM e distribui-las durante a sua semana de estudos.

Quanto ao horário para cada uma, eleja mais tempo para as matérias que têm mais dificuldade e que recebem mais ênfase na prova.

Por exemplo: se terá 2h30 de estudo por dia, pode separar 1h30 para Matemática e 1h para Inglês/Espanhol.

Também vale a pena otimizar pensando sua disposição durante a semana, por exemplo: na segunda-feira, comece pela matéria que você mais gosta e, depois, uma que goste menos.

Como, geralmente, ninguém está com um humor muito bom na segunda, começar com uma disciplina com que tem dificuldade ou pouca afinidade pode ser um tiro no pé.

Convém dar uma “animada” com uma matéria que você goste de estudar primeiro. E vá intercalando o resto da semana assim: uma que gosta e uma que não gosta.

Entendeu como funciona? Agora você já sabe organizar seu tempo, organizar as matérias, então chegou a hora de ver como se organizar em casa.

COMO ESTUDAR PARA O ENEM SOZINHO

como-estudar-para-o-enem-sozinho

Se você não é o Rei/Rainha da motivação e estudar em casa normalmente não dá certo, talvez esteja apenas fazendo do jeito errado.

Não existe “dom” para estudar sozinho. Tem gente que gosta de estudar em grupo e tem gente que gosta de estudar só, mas o objetivo é um só: ESTUDAR.

E isso pode ser feito com ou sem companhia, mas precisa, sobretudo, de empenho e disciplina.

O que isso significa? Significa que não vai dar certo estudar para o ENEM sozinho se você quiser fazer isso a qualquer hora, sem organização e deitado na cama, revezando entre o livro de matemática e a revista de palavras-cruzadas.

Estudar em casa é se preparar para isso, mentalizar e levar a sério. Duas coisas são ESSENCIAIS para fazer os estudos darem certo e não perder o foco são:

  • Ter um espaço só para estudar: seja uma escrivaninha ou um escritório. É importante ter um espaço em que você só faça isso: estudar matérias. Você não come nesse espaço, você não joga nesse espaço, você não fala ao telefone. Nesse espaço não tem distrações como smartphones, computador com rede social aberta, televisão. Apenas seu material de estudo: livros, cadernos, provas antigas, exercícios impressos, caneta, etc. É o lugar que quando você sentar, seu cérebro vai entender e imergir na “onda do estudo”.
  • guia-de-estudo-para-o-enemTer uma rotina bem definida: estudar por conta própria e, principalmente, na sua casa não é sinônimo de “estudar quando dar”. Para os estudos renderem, é preciso que você mentalize para isso e se organize para isso. Seja coerente, como o espaço acima que vai influenciar seu cérebro a manter o foco. Sabe o cronograma e o guia de estudos? Então, fixe na sua parede e siga o mais fielmente que conseguir. Desvios acontecem, mas devem ser exceção. Tente se manter fiel ao seu planejamento, a rotina que você estipulou para estudar. Sua disposição será outra

Finalmente, você já sabe como se organizar, como se preparar e como dividir seu tempo. Então segura agora nossas dicas para passar no ENEM e se dar bem no próximo exame!

  • Redação não tem segredo: não existe fórmula mágica, mas existe estrutura pronta! Redação é introdução, explicação e conclusão. Só. É como defender algo que você acredita, mas com dados reais e relevantes e incorporando a informação fornecida na prova. Nada de falar em modo pessoal, eles não querem saber sua opinião pessoal: querem saber se você é capaz de argumentar. É importante treinar todo dia. Se estuda duas matérias por dia e redação não é uma matéria, então todo dia escreva uma redação e peça para algum professor ou familiar formado na área corrigir e dar a opinião. A chave para escrever melhor é escrever sempre! E para a redação ser boa é fundamental que você…
  • Esteja sempre atualizado: como dito no começo do texto, o ENEM não é mais sobre decoreba. É, especialmente, interpretação e conhecimento de mundo. Você precisa estar a par dos acontecimentos à sua volta: o ENEM aborda a sociedade, a realidade e a nossa história, além das habilidades básicas. Portanto, assista ao jornal, acompanhe as notícias, leia as manchetes. Não importa qual seja o seu meio de informação, apenas se mantenha informado. Mas além das atualidades, também dá para usar o passado a seu favor! Como? Assim:
  • Use as provas anteriores para estudar: as provas são sempre disponibilizadas na internet. Você pode imprimir e tirar também o gabarito. Veja o nível de dificuldade, aquilo que é mais complicado para você, como as questões foram articuladas: eram temas em voga na altura da prova? Foi cobrada interpretação sobre o assunto? O quê de cada área caiu mais? Mas lembre que o conteúdo não se repete, isso só é importante para entender como a prova é apresentada, não para decorar as questões. Falando em decorar, uma boa dia é…
  • Revisar conteúdos: não dianta começar a estudar meses antes e achar que vai lembrar de tudo no dia da prova. São muitas matérias, muita informação. Sempre que fechar um tópico ou uma matéria, faça uma revisão. Nem que seja uma vez por semana. Nem que tire um dia SÓ para revisões. Mas sempre revise e, assim, conseguirá manter a informação fresquinha na sua mente e ajudará seu cérebro a fixar o conteúdo! Falando em informação, é bom lembrar que…
  • A Internet é sua amiga: existe muito conteúdo na internet que pode ser aproveitado para o ENEM! Estudar sozinho não quer dizer aprender-e-fazer tudo sozinho! Canais de vídeo, portais de notícias, blogs e sites específicos de disciplinas X (como Português ou Matemática), portais voltados só para alunos, cursinhos online. Todo conhecimento é bem-vindo! Tudo agrega ao seu treino e preparo!
  • Simulados ajudam a ganhar experiência: faça simulados online ou mesmo presenciais, se houve na sua cidade. Afinal, quem constrói os simulados? Professores! E quem constrói a prova do ENEM? Professores! Quanto mais fizer, mais vai compreender sobre o funcionamento das questões, mais ideias terá sobre os assuntos que podem ser cobrados, mais noção sobre a redação e os seus pontos fracos. Além disso, eles ajudarão a criar uma noção de tempo gasto para a prova. Ou você esqueceu que o ENEM não acontece o dia todo?

 ALGUMAS RESSALVAS ANTES DE VOCÊ PASSAR DE VEZ…

Essas são as melhores dicas possíveis que você deve ter em mente. Organizando, planejando, estudando e lembrando disso ao longo do seu ano até o dia da prova, não tem como não passar.

Todos sabem como o nervosismo e a pressão psicológica pode atrapalhar no momento de fazer a prova ou mesmo durante os estudos, por isso lembre que apesar da concorrência, nem todos estão disputando o mesmo curso e a mesma faculdade.

Aliás, nem todos estão sequer disputando uma vaga. Há quem faça o ENEM para se manter atualizado, para tirar o Ensino Médio, para ficar por dentro apenas.

Obviamente, isso não quer dizer que você deve relaxar ou se esforçar menos. Apenas não se cobre tanto. Estude e faça o seu melhor. Vamos reforçar os pontos que você aprendeu nesse artigo, só para não esquecer (olha a revisão aí!):

  • Fazer um cronograma de estudos otimiza seu tempo e ajuda a criar uma rotina.
  • Fazer um guia de estudos é importante para se orientar entre as matérias e conteúdos.
  • Preparar seu ambiente de estudos é essencial para ajudar seu cérebro a concentrar, manter o foco e não desmotivar ao longo do caminho.
  • A redação não é previsível, mas representa 50% da sua nota, por isso se mantenha atualizado com os acontecimentos ao seu redor.
  • A revisão é importante para não esquecer conteúdos estudados há muito tempo e deve ser feita periodicamente para fixar a informação.
  • Só a escola não é o bastante para passar no ENEM, mas a internet está recheada de conteúdos que podem ser muito úteis e ajudar na sua caminhada.

E então o que fazer agora? Tirar a ideia da cabeça, passar para o papel e começar a trabalhar nisso!

Jogue essa preguiça para o alto, organize agora seu cronograma e seu guia de estudos e comece a se preparar para entrar na faculdade.

Seu curso te espera e essa vaga só depende de você! Ou vai deixar para outro alguém e perder o ano?

PS: Procurando um curso preparatório para o Enem? Clique aqui e conheça o Segredos do Enem do Lucas Marques.  Que atualmente é a maior autoridade do Brasil, quando o assunto é passar no Enem.